Suportes para livros

Dois homenzinhos de aço inox trabalhando para manter seus livros no lugar! Um acessório perfeito para os amantes de livros, que combida design, praticidade e bom gosto. Sem dúvida um presente original e criativo!




3 comentários:

Músicos, leitores e famosos

Elvis Presley

Bob Marley

John Lennon & Yoko Ono

The Beatles

0 comentários:

Para matar a fome de ler

McDonald’s do Reino Unido dará livros em nove milhões de refeições

As lojas do McDonald’s do Reino Unido vão dar livros como brinde do McLanche Feliz, de hoje (11) até 7 de fevereiro, segundo notícia publicada no site da The Bookseller. O autor felizardo que terá nada menos do que nove milhões de cópias dos seus livros distribuídos na campanha é Michael Morpurgo, publicado pela divisão de obras infantis da HarperCollins. Quem comprar as refeições poderá escolher um dos seis títulos do autor disponíveis na promoção. Morpurgo, no entanto, não vai embolsar os royalties das obras – eles serão doados a uma instituição de caridade. Quem sabe alguém não copia a ideia no Brasil?

0 comentários:

O Brasil precisa deste BBB


Livros e Pessoas

0 comentários:

"Alívio Imediato" será o próximo álbum a ser tocado na íntegra por Humberto Gessinger

No final da Twitcam realizada no último dia 11 de janeiro, quarta-feira, onde tocou o álbum Simples de Coração na íntegra e comemorou 27 anos de Engenheiros do Hawaii e 1 ano de Twitcam, Humberto Gessinger anunciou qual será o tema da twitcam de fevereiro: o álbum "Alívio Imediato".

"Alívio Imediato" foi gravado ao vivo no Canecão, no Rio de Janeiro, nos dias 07, 08 e 09 de Julho de 1989. Baseado nas turnês: Toda Forma de Tour 86/87, Infinita Tour 87/88, Variações Sobre a Mesma Tour 88/89 e Alívio & Mídia Tour 89/90. O disco traz ainda duas faixas inéditas de estúdio: Nau à Deriva e Alívio Imediato.

Formação: Humberto Gessinger: voz, baixo e guitarra; Augusto Licks: guitarra, violão, teclados e vocais; Carlos Maltz: bateria

Tracklist:
01 - Nau À Deriva
02 - Alívio Imediato
03 - A Revolta Dos Dândis I
04 - A Revolta Dos Dândis II
05 - Infinita Highway
06 - A Verdade A Ver Navios
07 - Toda Forma De Poder
08 - Terra De Gigantes
09 - Somos Quem Podemos Ser
10 - Ouça O Que Eu Digo: Não Ouça Ninguém
11 - Longe Demais Das Capitais
12 - Tribos E Tribunais

A próxima Twitcam será realizada no dia 11 de fevereiro, às 22hs.

Perdeu última Twitcam?

0 comentários:

Mapa de onde as histórias dos livros acontecem


Isabel Colucci, do blog O Guaxinim, bolou um mapa colaborativo em que constam os lugares em que as histórias dos livros acontecem. Você pode ajudar a fazê-lo. Até o momento são uns 50 livros e lugares anotados.



Eis a explicação da autora da ideia:

"Antes de viajar, gosto de ler um livro que se passa no lugar onde estou para ir. Pode ser de ficção, ou não. O que importa é ir sentindo o clima, criar um vínculo com as ruas, praças, prédios, antes de vê-los pela primeira vez. Nem sempre é fácil encontrar que livro ler. Por isso este mapa. Se você gostou de algo que leu e esse livro se passa em algum lugar real do planeta, aponte a localização dele aqui."



Livros e Afins

1 comentários:

3 razões para deixar sua mesa de trabalho organizada

Essa é para você que voltou das férias agora e ainda não conseguiu organizar suas coisas e sua rotina.



Você tem pilhas de papéis em sua mesa no trabalho? Como você acha que esta confusão está impactando na sua carreira? Um estudo recente do site CareerBuilder,  feito com 2.662 gerentes de contratação e 4.912 trabalhadores, revelou os seguintes motivos para organizar o seu local de trabalho:

Baixa produtividade
Seu material pode estar prejudicando a sua produtividade no trabalho. Segundo 38% dos trabalhadores, 50% e 100% de sua mesa são cobertas com trabalho e outros materiais.

Nada de promoção!
Ter uma mesa desorganizada faz com que você seja o menos provável para receber uma promoção. 28% dos empregadores dizem que são menos propensos a promover alguém que tem um espaço de trabalho desorganizado ou confuso.

Má impressão
A percepção que um empregador tem sobre você pode ser afetada. Quase dois em cada cinco empregadores diz que pilhas de papéis que cobrem uma mesa têm impacto negativo na percepção da pessoa. De acordo com a pesquisa, 27% sentem que a pessoa é desorganizada e 17% que ela é apenas confusa.

Por isso, aqui vão algumas dicas de como organizar seu local de trabalho:

Crie um sistema de arquivamento
Se você trabalha com papeladas ou documentos de computador, um bom sistema de arquivamento pode ajudar a evitar uma mesa bagunçada e confusa. Em primeiro lugar, crie o arquivo separado de necessidades diferentes. Por exemplo, se você trabalha com clientes, separe uma pasta para cada um. Assim, quando for procurar documentos importantes, você saberá exatamente onde eles estão.

Livre-se de coisas que você não precisa
Recicle velhos papéis, jogue fora o lixo e guarde tudo no seu próprio lugar. Se você só precisa de uma ou duas canetas de uso diário, doe o resto a um colega de trabalho.

Concentre-se em uma coisa de uma vez
Quando você está cheio de tarefas, é fácil deixar algumas sair do controle e se comprometer a limpar sua área de trabalho. Para evitar isto, deixe de lado alguns minutos de cada projeto e concentre-se na tarefa de limpar a sua mesa. Se você não terminar, guarde os documentos no seu devido lugar e volte à tarefa depois.


Deixe os seus objetos de trabalho e de uso diário ao seu alcance. Você pode usar um  bloco de anotações, ter uma caneta especial que você sempre usa, ou algo semelhante — mas assegure-se de que eles não fiquem escondidos no fundo de uma gaveta para que você não tenha que “cavar” para encontrá-los.

0 comentários:

Mais e-readers, mais resistência

Estudo mostra que metade dos consumidores americanos não quer comprar um leitor eletrônico no próximo ano

Uma pesquisa feita com 2,2, mil consumidores americanos sobre livros digitais e físicos aponta que pode dobrar o número de pessoas que têm e-readers no próximo ano. Conforme os dados compilados pela Verso Digital, 15,8% dos entrevistados já têm algum dispositivo de leitura, enquanto 6,4% vão “muito provavelmente” comprar um e 9,9% “provavelmente” farão o mesmo. Contudo, de acordo com uma reportagem publicada pelo Publishers Lunch, o dado mais surpreendente da pesquisa é que 51,8% das pessoas afirmaram que não estão nem um pouco dispostas a comprar e-readers no próximo ano. A conclusão é interessante: da mesma forma que os dispositivos ganharam rapidamente inúmeros adeptos, também cresceu a resistência à leitura digital. O levantamento, que já havia sido realizado em 2010 e 2009, sugere que as pessoas que antes estavam em dúvida sobre comprar ou não um leitor eletrônico estão se decidindo por uma das duas opções opostas: aderir à onda ou entrar para o grupo dos conservadores que não vão aposentar seus livros físicos tão cedo. A pesquisa mostra ainda que usuários de e-readers declaram comprar a mesma quantidade de títulos impressos e digitais.


0 comentários:

Sistema braile é ferramenta para garantir direito à leitura



No dia 4 de janeiro, comemora-se o Dia Mundial do Braile. O sistema é um dos principais meios de acesso das pessoas com deficiência visual à leitura e à escrita. O Ministério da Educação, por intermédio do Fundo Nacional para o Desenvolvimento da Educação (FNDE) e do Instituto Benjamin Constant, em parceria com estados e municípios, vem desenvolvendo ações de educação para universalizar o direito ao acesso à leitura e ao conhecimento pedagógico.

Entre 2009 e 2011, o governo federal investiu recursos de R$ 5,7 milhões para a reestruturação e a modernização dos 55 centros de apoio pedagógico para o atendimento à pessoa com deficiência visual (CAP) e Núcleo de Apoio Pedagógico e Produção Braille (NAPPB) e aumento de sua capacidade de produção. Também foram investidos R$ 3,2 milhões em financiamento de livros didáticos, paradidáticos e complementos para alunos com deficiência visual, matriculados em turmas regulares.

Com o objetivo de promover o atendimento educacional especializado, no contraturno escolar, em 2009 e 2010, foram montadas 2125 salas de recursos multifuncionais tipo II, com recursos de acessibilidade para os alunos com deficiência visual. Está prevista para 2012 a distribuição de 1.500 conjuntos de acessibilidade específicos às escolas com matrícula de alunos com deficiência visual. O total do investimento dessa ação ultrapassa R$ 26 milhões.

A partir de 2012, as secretarias estaduais de educação poderão capacitar educadores para produção de material acessível para estudantes com deficiência visual e para o atendimento educacional especializado. Uma vez identificada a carência desses profissionais, o estado poderá oferecer cursos por meio do Plano de Ações Articuladas (PAR), do MEC.  

Em 2009 e 2010 foram produzidas e distribuídas 88.321 obras em braile às escolas regulares. Os livros acessíveis são escolhidos com base no Guia de Livros Didáticos pelas escolas regulares dos sistemas de ensino e pelos professores, com base na proposta pedagógica da escola. Quando ocorrem matrículas de pessoas com deficiência visual, é solicitada automaticamente a produção e o envio do livro em braile para o aluno cego, que deve ser o mesmo adotado para o restante da turma.

MECDaisy – O MECDaisy, programa de computador brasileiro que permite converter textos no formato internacional Daisy (Digital Accessible Information System – Sistema de Informações Acessíveis Digitais), traz o sintetizador de voz, ou narrador, e instruções de uso em português brasileiro. A versão nacional foi desenvolvida pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), por solicitação do MEC. 

Após a conversão, o MECDaisy permite manusear o texto sonoro de maneira semelhante ao texto escrito, como folhear, consultar o índice, pesquisar e adicionar comentários. O programa pode ser obtido gratuitamente pela internet. 

Em 2012, estarão em produção 228 títulos de obras didáticas do quinto ao nono ano do ensino fundamental em formato MECDaisy. Já estão concluídas 126 obras para distribuição a alunos com deficiência visual, matriculados nas redes regulares de ensino, segundo o censo de 2010.

Para garantir a acessibilidade, entre 2009 e 2011 foram entregues às escolas com alunos com deficiência visual do quinto ao nono ano 3.756 laptop acessíveis.

Diego Rocha - MEC - 04/01/2012

0 comentários: